Note to self

22 de maio de 2009

É verdade que os filhos são, pelo menos até dada altura, um reflexo dos pais.
Nós mães, falo por mim, temos um sentido de missão para formar que os homens não têm. Ponto. E concluo que daí advém um equilíbrio saudável.
Eu explico. Dou, muitas vezes, por mim a "repreender" o homem lá de casa por certas coisas que faz com um -olha lá isso, depois os miúdos fazem igual e não tem jeito nenhum.
Depois acordo e penso que não são coisas assim tão graves e que não somos perfeitos. Que também nos saem coisas de forma automática e que os miúdos hão-de saber fazer a selecção de forma quase natural...
No fundo, dou por mim, quase inconscientemente, a querer que o reflexo seja infinitamente melhor que o produto original...if you know what I mean...
Relaxa rapariga. Somos todos pessoas. A vida não é uma linha recta.

2 comentários:

  1. há pois não é não, dá voltas e mais voltas!!!

    ResponderEliminar
  2. É cheia de curvas e contra-curvas (e... I know what you mean!)

    :*

    ResponderEliminar

Obrigada pela vossa visita!

Proudly designed by | MLEKOSHI PLAYGROUND |