13 de Novembro de 2014

Passeata à chuva

Hoje a mais nova foi ao teatro com a escola.
Hoje, ao contrário dos outros dias todos, estava despachada antes da hora.
Aqui.

10 de Novembro de 2014

É isto...

"Very often when you see families it's all perfect and neat, and parenting isn't like that. You do have constant negotiations. Things are ever developing and ever changing, and you constantly have to evaluate how you deal with your kids."

"Muito frequentemente quando vemos famílias é tudo perfeito e arrumadinho e educar não é assim. Temos negociações constantes. As coisas estão sempre em desenvolvimento e sempre a mudar e temos de avaliar constantemente a forma como lidamos com os nossos filhos."

Clive Owen 

Bom dia, chuva!


Nestas últimas semanas, tenho tido alguma dificuldade em conseguir tomar o pequeno almoço em casa, coisa que raramente falhava. Mas o que é certo é que, entre roupas para estender, para lavar, para tirar da máquina de secar, preparar lanches, a minha marmita, tomar banho e ainda poder demorar-me nuns beijinhos às bochechas quentes dos meus filhos não sobra nada, ou então chego atrasada todos os dias.
Hoje foi assim. 
Abri as hostilidades com um leitinho de soja em casa, bebido quase de penalty, só para não me dar um fanico no caminho e depois, chegada ao escritório, fiz uma cevadinha bem quente e comi um croissant folhado (claramente inferior aos que comi em Paris, mas em terras lusas os meus preferidos são os integrais do PD, só que o Continente aqui da rua não tem) com queijo.
E é no somatório de múltiplas coisas simples e pequeninas, como esta, que os nossos dias se fazem felizes.

7 de Novembro de 2014

Gostar de coisas simples


A encomenda chegou hoje. Foi super rápido. O carimbo é ainda mais giro ao vivo. Gosto imenso de abetos.
E tive de ir logo experimentar o material. Até já tinha aqui algumas prendinhas para embrulhar...sou uma mocinha precavida.
Acho que ficou exactamente o que eu queria. Simples e bucólico.

6 de Novembro de 2014

1º round

HGP - Satisfaz
Inglês - Satisfaz
Música - Satisfaz Muito Bem
Educação Física - Satisfaz Muito Bem
Português - Satisfaz
Ciências - Satisfaz Bem
Matemática - Satisfaz Bem

Os Satisfaz (os três muito fraquinhos, a julgar pela quantidade de correcções a vermelho das professoras) são o resultado de não ter estudado, apesar dos nossos variadíssimos apelos.
As notas excelentes a Música e a Educação Física resultam dos seus talentos naturais, que lhe saem sem grande esforço. Já o Satisfaz Bem de Matemática foi uma surpresa agradável. O Satisfaz Bem a Ciências resultou de uma manhã de domingo agarrada aos livros com ele, em que voltei a estudar os solos, a atmosfera e outras coisas mais. Ensinei-o a estudar. Como ler, como sublinhar o mais importante e como fazer alguns esquemas para decorar certas coisas que deve saber de forma encadeada. 
Não foi mau. Não houve negativas. Agora aguardamos pela segunda ronda, lá para o início de Dezembro.

A Diana fez ontem o de Português, hoje o de Matemática e amanhã faz o de Estudo do Meio. Hoje foi noite de rever os distritos, os concelhos e as freguesias. De repetir passo a passo o sistema digestivo e o sistema circulatório. Estou capaz de ir lá amanhã e tirar um Excelente, de tanta vez que repeti o que são veias, artérias e capilares, por onde passa o bolo alimentar, o que transporta o sangue, quantas vezes bate o coração. Isto de ter filhos em idade escolar obriga-nos a uma reciclagem de conhecimentos do caraças.

5 de Novembro de 2014

Já a pensar no Natal

Este Natal vamos dar lembranças muito singelas, contudo, há pequenos detalhes que adoro e este ano vou finalmente ter o meu primeiro rolo de baker's twine (alecrim), um carimbo de madeira e borracha lindo e umas etiquetas made in portugal, para identificar os destinatários dos presentes.

(fiquei apaixonada por este fornecedor americano, este conjunto de carimbos deixou-me de beicinho mas, infelizmente, em Portugal ainda não há ninguém a distribuir. temos de mandar vir de Espanha)

4 de Novembro de 2014

Reflexão de hoje

"Uma família tinha tentado sem sucesso, durante anos, poupar dinheiro suficiente para substituir os seus antigos acessórios/loiças de casa de banho por outros novos e elegantes. Mas, todos os anos, sempre que chegava a época do ski, o dinheiro para a casa de banho ia para uma viagem de família às montanhas, para fazerem ski.
Os filhos, hoje, estão crescidos. Recentemente, o filho escreveu aos seus pais. Falou sobre as viagens anuais para fazerem ski e as memórias maravilhosas que guardava delas. O pai deu uma gargalhada enquanto lia a carta. Disse à sua esposa, “Querida, ainda bem que gastámos o dinheiro da casa de banho naquelas viagens para esquiar. Não imagino o nosso filho a escrever para nós e a dizer, “Lembro-me com saudade das nossas maravilhosas loiças de casa de banho.”


Os nossos filhos estão connosco por tão pouco tempo. O que têm feito com eles, ultimamente, para construirem lindas memórias?"


Cláudio e Pamela Consuegra
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...